A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC, que possui uma metodologia de valorização humana, oferecendo, aos condenados, condições de recuperar-se, foi o tema central de reunião entre a defensora pública-geral, Terezinha Muniz, e o corregedor-geral de justiça, desembargador Mauro Campello, no Palácio da justiça, na última quarta-feira (14).

A Corregedoria Geral de Justiça (CGJ) deu início nesta terça-feira (13) a mais uma etapa para implantação do Processo Judicial Eletrônico das Corregedorias (PjeCor). A ferramenta está sendo implantada em Roraima como projeto piloto e, posteriormente, abrangerá todas as Corregedorias de Justiça do País, possibilitando a tramitação dos processos disciplinares, relacionados aos magistrados e servidores, em ambiente eletrônico, ou seja, 100% digital.

A Corregedoria Geral de Justiça (CGJ) dá início nesta terça-feira (13) a mais uma etapa para implantação do PjeCor (Processo Judicial Eletrônico das Corregedorias). A ferramenta está sendo implantada em Roraima como projeto piloto e, posteriormente, abrangerá todas as Corregedorias de Justiça do País, possibilitando a tramitação dos processos disciplinares, relacionados aos magistrados e servidores, em ambiente eletrônico, ou seja, 100% digital.

A Corregedoria Geral de Justiça (CGJ) realizou, no período de 5 a 9 de junho, a correição geral ordinária na Comarca de Rorainópolis, localizado a 290 km de Boa Vista, no sul do Estado. Participaram da atividade, o juiz auxiliar Dr. Rodrigo Furlan, os assessores jurídicos da CGJ, Robervando Magalhães e Geysa Brasil, o chefe do setor extrajudicial, Vivaldo Araújo, o diretor de gestão de 1º Grau Adilson Neves, a estatística Isabela Pagani e a assessora de segurança e transporte Iara Rodrigues.

Em sessão ordinária do Tribunal de Justiça do Estado de Roraima (TJRR), ocorrida nesta quarta-feira (7), o Tribunal Pleno aprovou por unanimidade e nos termos do voto do relator o processo de remoção de magistrados. O Edital de Remoção Nº 001/2017, lançado em 10 de março, gerou o Processo Administrativo SEI Nº 0004268-5.2017.8.238000, que visa a remoção de magistrados por antiguidade e merecimento.