Dados estatísticos da Ouvidoria do Tribunal de Justiça do Estado de Roraima mostram que no período de fevereiro a maio de 2017 foram recebidas 178 manifestações. Destas, 87% já foram solucionadas, 6% foram consideradas improcedentes e 6% estão em tramitação.

Teve início nesta quarta-feira (21), na Escola do Poder Judiciário – EJURR, o treinamento para implantação do Processo Judicial Eletrônico das Corregedorias (PjeCor). Ao todo, 18 servidores da Corregedoria Geral de Justiça do Estado de Roraima (CGJ) participam da capacitação ministrada pelo analista judiciário com especialização em análise de sistema, Paulo Eduardo da Silva Santos.

Conforme Resolução TJRR Nº 18/2017, tem início nesta segunda-feira (19) a remoção dos juízes da capital e do interior do Estado e, pela primeira vez, o processo de transição obedecerá algumas regras específicas.

 

Dando continuidade ao calendário de correições ordinárias 2017 e seguindo o Planejamento Estratégico para o Biênio 2017-2019, a Corregedoria Geral de Justiça do Estado de Roraima (CGJ) dá início nesta segunda-feira (19) à Correição Geral Ordinária na Comarca de Alto Alegre. O município, localizado a 92km de Boa Vista, recebe a equipe da corregedoria formada pelo juiz auxiliar Dr. Rodrigo Furlan, pelos assessores jurídicos da CGJ, Robervando Magalhães e Geysa Brasil, pelo chefe do setor extrajudicial, Vivaldo Araújo, pelo diretor de gestão de 1º Grau Adilson Neves, pela estatística Isabela Pagani, e pelo analista judiciário análise de processos, Alexandre Ferreira.

 

De acordo com a Portaria CGJ nº 59/2017, a Corregedoria Geral de Justiça do Estado de Roraima (CGJ) terá o atendimento externo suspenso nos dias 21 e 22 de junho, no horário das 8h às 11h, em virtude da realização do treinamento sobre a implantação do Processo Judicial Eletrônico das Corregedorias (PjeCor).