O corregedor-geral de Justiça do Estado de Roraima, desembargador Mauro Campello, inicia o gozo de suas férias nesta segunda-feira, dez de julho, e retornará às suas funções no dia oito de agosto. No período, o juiz auxiliar da Corregedoria-geral de Justiça, Dr. Rodrigo Furlan, estará a frente das atividades.

A programação do III Encontro do Colégio Nacional de Ouvidores Judiciais, que ocorre nos dias 6, 7 e 8 de julho de 2017, em Belo Horizonte no Salão Nobre do Palácio da Justiça do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), segue nesta sexta-feira com a conferência magna “Poder Judiciário e Sociedade Democrática - o papel das Ouvidorias Judiciais”, proferida pela ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, presidente do STF e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

É com os olhos voltados para a nobre atribuição de receber e responder reclamações, sugestões, consultas e denúncias que acontece o III Encontro do Colégio Nacional de Ouvidores Judiciais, com o eixo temático “Poder Judiciário e Sociedade Democrática – O Papel das Ouvidorias Judiciais”. O encontro, que ocorre em Belo Horizonte nos dias 6, 7 e 8 de julho de 2017 no Salão Nobre do Palácio da Justiça do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), tem a finalidade de difundir o instituto das ouvidorias como instrumento de promoção da cidadania e de aprimoramento democrático da gestão do Poder Judiciário, mas busca também incentivar a integração entre as Ouvidorias Judiciais e fomentar atuação transparente, ética e responsável, do Colégio Nacional de Ouvidores Judiciais (Cojud).

A Corregedoria-Geral de Justiça do Estado de Roraima (CGJ) entrou no clima de São João e promoveu uma confraternização entre seus colaboradores nesta terça-feira (27), na sala da Assessoria Jurídica. O corregedor-geral de justiça, desembargador Mauro Campello, o desembargador Almiro Padilha, e o juiz auxiliar, Dr. Rodrigo Furlan, participaram da animação que contou com uma mesa repleta de guloseimas e quitutes tradicionais em arraiais.