QUANDO A MÃE OU [o responsável] QUER QUE O PAI (morando em Roraima ou não) RECONHEÇA SEU FILHO MENOR DE 18 ANOS:

 

A mãe ou o responsável deve comparecer à [Vara da Justiça Itinerante] munido dos seguintes documentos (original e cópia):
 
• certidão de nascimento da criança, 
• Carteira de Identidade da mãe ou do responsável, 
• CPF da mãe ou do responsável, 
• Comprovante de residência. 
 
Obs.:  Além desses documentos, é importante que a mãe indique o paradeiro do suposto pai, para que o mesmo seja localizado, sem o que não será possível promover o processo de investigação de paternidade.
 
 
QUANDO O FILHO É MAIOR DE 18 ANOS:
O filho deve comparecer à Vara da Justiça Itinerante munido dos seguintes documentos (original e cópia):
• certidão de nascimento, 
• Carteira de Identidade, 
• CPF, 
• Comprovante de residência. 
 
Obs:  Além desses documentos, é importante que o filho indique o paradeiro do suposto pai, para que o mesmo seja localizado, sem o que não será possível promover o processo de investigação de paternidade.
 
 
 
QUANDO O PAI QUER RECONHECER O FILHO DE FORMA ESPONTÂNEA:
O pai deve comparecer em qualquer cartório do Brasil, munido dos seus documentos pessoais ( Carteira de Identidade, CPF e comprovante de Residência) +
• cópia da certidão de nascimento do filho a ser reconhecido (mesmo que o filho seja maior de 18 anos) ou com informações de onde ele está registrado. 
 
 
Obs: A conclusão do procedimento dependerá da concordância desse filho, se maior de 18 anos, ou da mãe caso o filho seja menor de 18 anos.
 
 
SERVENTIAS EXTRAJUDICIAIS - LOCAIS - ENDEREÇOS E TELEFONES 
Tabelionato do 1º Ofício
Avenida Ville Roy, nº 5623-E – Centro
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Telefone: 3224-3327
Boa Vista – RR
Tabelião: Joziel Silva Loureiro
 
Tabelionato do 2º Ofício
Avenida Ataíde Teive, nº 2042 – Liberdade
Telefone: 3625-2571 / 3625-2617
Boa Vista – RR
Tabelião: Wagner Mendes
 
QUANDO O PAI É FALECIDO:
A mãe ou o responsável deve comparecer  à Vara da Justiça Itinerante (munido dos seguintes documentos (original e cópia):
 
• certidão de nascimento da criança, 
• Carteira de Identidade da mãe ou do responsável, 
• CPF da mãe ou do responsável, 
• Comprovante de residência. 
 
Obs.:  Além desses documentos, é importante que a mãe indique o paradeiro da família do pai, para que os mesmos sejam localizados, sem o que não será possível promover o processo de investigação de paternidade.