Por meio do Provimento nº 12/2010 CNJ, o Programa Pai Presente foi criado pelo Conselho Nacional de Justiça, com objetivo de incentivar e promover a busca pelo reconhecimento voluntário da paternidade, reduzindo assim, o número de pessoas sem paternidade reconhecida no País.